Play by Forum
Seja bem vindo ao Play by Forum!

Sobre o Cenário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sobre o Cenário

Mensagem  Tupã em Seg Set 21, 2015 1:51 pm

O Cenário que vamos jogar é a Terra de Santa Cruz (É o Brasil ludicamente modificado de O Desafio dos Bandeirantes). Optei por isto devido a liberdade de criação que ele oferece visto que é histórico, ma non troppo.



...




AS MACRORREGIÕES


Região dos Bandeirantes
Região sudeste do Brasil. Foi colonizada pelos lusitanos a partir das vilas de São Sebastião e São Vicente, oriundas de feitorias. Com o tempo, o crescente número de fazendas e feitorias ligou, por terra, São Sebastião ao leste do Brasil, dando origem à Vila da Rainha e Vila Nova. Enquanto isso, partindo de São Vicente, grupos exploratórios fundaram a cidade de Piratininga, uma das mais importantes da região. No litoral, se desenvolveu uma forte comunidade. Boatos sobre a descoberta de ouro estimularam várias caravanas para o interior, que ergueram as vilas do Carmos e da Boa Sorte. Até o momento, só foi confirmada a existência de minas de prata e cobre.

Em pouco tempo, os lusitanos foram mais para oeste, fundando a Vila de São Gabriel e a Vila de São Francisco do Sul, na ilha de mesmo nome, onde foi construído um importante colégio jesuíta, para formação de padres e sacerdotes. Mais ao sul, foram construídos o Forte de Santa Catarina e a Vila Mirim, fazendo prever os futuros conflitos na Colônia do Sacramento. Também por motivos estratégicos, foi fundada Vila Rica, de onde partiam as principais bandeiras de apresamento que atacavam as missões Maoáris, antes do Tratado de Santa Luzia.

As vilas dessa região geralmente são formadas por não mais que vinte ruas de terra, estreitas e tortuosas. As casas possuem alicerces de pedra e cal, paredes de taipa e telhas romanas. A diferença entre uma casa de gente rica e outra de gente pobre geralmente é o número de cômodos; quanto mais cômodos, mais rica é a família. São poucas as casas com assoalho de madeira, e menor ainda o número de sobrados e casas de alvenaria. As igrejas e edifícios públicos são melhor construídos.

Grande parte das bandeiras partem de Piratininga. Com o Tratado de Santa Luzia, que proíbe o apresamento de índios, seus principais objetivos passaram a ser a exploração do território e descoberta de riquezas. Uma bandeira varia de tamanho de acordo com sua importância, podendo organizada por um importante senhor de terra, pela Igreja, pelo governo local ou pela Coroa Lusitana (neste último caso, às vezes são denominadas como ‘‘entradas’’). Uma bandeira normal é composta por cerca de quarenta homens, divididos em lanças (grupos) de sete, além de centenas de índios, normalmente jaguaris, recrutados para ajudar no transporte de carga e na caça.

A descoberta de ouro na região das minas, ao norte da Serra das Bandeiras em 1638 alterou drasticamente o fluxo econômico da colônia. Muitos arraiais foram levantados da noite para o dia as margens do Rio das Minas e seus ribeirões afluentes. A Região é muito acidentada obrigando os mineiros a construírem suas casas nas inúmeras colinas que cobrem a região. Nos dias atuais, ano de 1665, muitos destes arraias já foram elevados a vilas, é o caso da Vila do Carmo e da Vila da Boa Sorte. Recentemente criou-se uma Casa de Fundição na Vila da Boa Sorte, obrigando os mineiros a levarem seu ouro para serem fundidos lá, proibindo a circulação de ouro em pó na região.



A campanha se iniciará usando esta região como cenário de fundo.


Região Leste
Onde se encontram os primeiros povoados lusitanos. A colonnização se iniciou às margens da Baía de Todos os Santos, e foi crescendo rumo ao norte. Suas vilas são as mais prósperas da colônia. As Vilas de Todos os Santos, Vila Bela e Vila Maria chegam a ter entre 3.000 e 5.000 habitantes, sendo que a primeira é a maior de todas, e capital administrativa da colônia. Seu comércio é intenso, e a produção de matéria-prima, abundante, com destaque para cana-de-açúcar, algodão e mandioca. A criação de gado também se desenvolveu muito nos últimos anos. Sua população e fazenda se concentram no litoral, pois o interior é desértico, totalmente inóspito.

A invasão flandrina, na região de Vila Maria, serviu para tornar a população desta região mais ativa e politizada. Alguns movimentos revoltosos começam a surgir na área ocupada.


avatar
Tupã

Masculino
Número de Mensagens : 8
Idade : 35
Localização : Rio de Janeiro
Pontos : 14
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/09/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum